Lição 1

1. Substantivos [S]

Salvo raras exceções, os substantivos não se flexionam em gênero e número.

2. Partícula [P] ... wa, wo, ka etc.

Expressa-se no idioma japonês colocando-se partículas após uma palavra ou uma frase, para indicar a relação entre essas palavras ou frases. Existem várias partículas e sua utilização é diversa. A explicação detalhada destas partículas será dada em itens correspondentes.

.wa A partícula wa indica o sujeito de uma oração, ou seja, sobre o assunto que se quer falar.

Watashi wa kenshuusei desu.  Eu sou estagiário.

.mo A partícula mo, como wa, serve para se referir à palavra ou a algum caso, porém, com a premissa de já existir o mesmo caso.

Tanaka

san wa Nihon

jin desu.  O Sr. Tanaka é japonês. 

Kimura

san mo Nihon

jin desu.  A Srta. Kimura também é japonesa. 

.ka A partícula ka é empregada no final de uma oração para torná-la interrogativa. Na escrita, não se usa o ponto de interrogação. Neste caso, apenas a entonação sobe no final da frase.

Anata wa kenshuusei desu ka.  Você é estagiário? 

.no A partícula no liga um substantivo com um outro, e faz com que o substantivo da frente restrija o sentido do substantivo de trás. Tomar bastante cuidado porque os substantivos aparecem em ordem invertida em relação ao português. Para outras aplicações, consultar as lições 2 e 3.

Watashi wa Tõkyõ-denki no kenshuusei desu.

Eu sou estagiário da Tokyo Denki.

3. Forma verbal desu

Essa expressão é usada nas orações substantivas ou adjetivas, e expressa julgamento ou afirmação. Corresponde aos verbos ser ou estar em português. Além disso, expressa cortesia em relação ao ouvinte (consulte a Lição 20.).

afirmativo = desu 
negativo   = dewa arimasen 

obs.: coloquialmente, no lugar de dewa arimasen, usa-se ja arimasen.

4. Forma de Tratamento -san

Na língua japonesa, como forma polida de tratamento coloca-se –san após o nome ou sobrenome do ouvinte ou de uma terceira pessoa. Esse tratamento pode ser usado para homens ou mulheres, casados ou solteiros.

Watashi wa Kimura desu. =  Eu sou Kimura. 

Anata wa Tanaka-san desu ka. = O sr. é o Sr. Tanaka?

Tanaka Haruko

sobrenome, nome

Tanaka

sobrenome

Haruko

nome

No Japão, ao mencionar o nome de alguém, diz-se o nome completo ou apenas o sobrenome. Chama-se apenas pelo nome, somente entre amigos íntimos ou familiares.

5. Oração Interrogativa

Existem três tipos de orações interrogativas, e aqui estudaremos os 2 tipos seguintes:

Oração interrogativa com uso da partícula ka no final da frase.

Anata wa kensuusei desu ka.

Você é estagiário?

... Hai, Kenshuusei desu.

...Sim, sou estagiário.

...Iie, Kenshuusei dewa arimasen.

...Não, não sou estagiário.

Para responder a esta oração interrogativa, deve-se começar sempre por hai (sim) ou iie (não). Tome cuidade, pois a omissão pode tornar a frase descortês.

Oração interrogativa com pronome interrogativo

Ano hito wa dare desu ka.

Quem é aquela pessoa?

... Rao-san desu.

... É o Sr. Rao.

obs.: Posição do pronome interrogativo.

Na língua portuguesa, o pronome interrogativo vem no início da frase, mas no japonês, nem sempre isso acontece. Na resposta, não se usa hai (sim) ou iie (não).

6. Sufixo -sai

Para se falar de idade, usa-se o sufixo sai após o número que indica a idade. Ao perguntar a idade de alguém, diz-se nan-sai, ou seja, utiliza-se o pronome interrogativo nan na frente. Para se perguntar polidamente, deve-se dizer o-ikutsu (o- é uma partícula que torna a palavra polida). Algumas vezes, pode-se omitir a palavra -sai.

Tanaka-san wa nan-sai desu ka. / Tanaka-san wa o-ikutsu desu ka.

Quantos anos tem, Sr. Tanaka?

... (Watashi wa) 28-sai desu. / 28 desu.

... (Eu tenho) 28 anos.